Vivências e convivências

Vivências e convivências

sábado, 27 de outubro de 2012

Atendimento e relacionamento com o público



Na semana de 18 de outubro de 2012 estive em Joaçaba, mais precisamente na UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, ministrando curso de Atendimento e Relacionamento com o Público para seus profissionais de atendimento.
Ao término de todo trabalho tenho por costume solicitar aos participantes, que se sentirem confortáveis, fazer uma breve fala sobre a percepção que tiveram do que foi dito e discutido.
Para minha grata surpresa e alegria, depois de duas falas, Greici se manifestou dizendo ter feito sua reflexão por escrito sobre o curso e sobre as páginas lidas do livro A secretária que faz...
Este é seu texto na íntegra:

"Reflexão sobre o curso: Relacionamento e Atendimento com o Público

Pois é... “Nós somos a soma das nossas escolhas” (Filme Crimes e Pecados), portanto entendo que mudar de hábitos, atitudes... não é tarefa fácil, mas exercício diário.
No momento em que escolhi ser professora, abri mão de ser arquiteta (um grande sonho). A partir desse momento percebi a força da nossa linguagem, pois preciso defender a minha profissão, ela precisa ser valorizada e respeitada mesmo não concordando com o baixo salário. Uso como exemplo as palavras de Eliane Wamser (2010, p. 53) que diz “A valorização e o respeito transmitido às pessoas são proporcionais à força e à sofisticação que imprimimos à linguagem que usamos.” (Força da Linguagem)
Isso também acontece no amor, na família...
Que bom se pudéssemos ser uma pessoa diferente a cada 6 meses; ser casada de segunda à sexta e solteira nos finais de semana; ter filhos quando estou descansada e não tê-los quando estou cansada.
Ou seja, tudo em nossa vida é uma questão de escolha e Eliane Wamser também discorre sobre isso dizendo que: “O comprometimento com a profissão e o orgulho por exercê-la podem ser mensurados pelo grau de entusiasmo do profissional. Uma pessoa entusiasmada contagia os que estão ao seu redor [...]”, portanto precisamos nos valorizar como profissionais para assim podermos ter o poder de escolha. (Poder de Escolha)
Greici Fernandes da Silva
Unoesc Virtual"


Só me resta, com muita alegria no coração, dizer: Muito obrigada!



 

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Como você me vê?

Faça esta pergunta a alguns de seus colegas.
É claro que a maioria deles será gentil, educada e se limitará a dizer o que acredita que você espera ouvir. Mas é possível que um ou outro chame atenção para algo que você nunca tenha percebido. 
Algo que pode ser aprimorado.

Algumas vezes, ouvimos o que não queremos. Em outras não nos é dito pessoalmente, mas circula entre as pessoas criando rumores, o que acaba prejudicando nossa imagem pessoal.

Em geral, nossa imagem é prejudicada por detalhes que consideramos insignificantes, mas que são importantes para outras pessoas. Preocupamo-nos tanto com a gestão de processos e com a execução de procedimentos administrativos que não percebemos o quanto somos afetados e afetamos as pessoas com a postura, o olhar, gestos, expressões e a apresentação pessoal.
No mundo corporativo, a competência técnica é tão importante quanto a competência social e comunicacional.

Tenha coragem e pergunte:

Qual é a imagem que estou projetando para as pessoas ao meu redor?