Vivências e convivências

Vivências e convivências

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Os "nãos" no comportamento à mesa

As leis da mesa estão aí para nos ajudar a nos sentirmos inteiramente naturais em refeições diárias e em ocasiões especiais e consideradas mais formais.

A princípio, as regras à mesa podem parecer assustadoras e mais voltadas para ações de “frescura” para os que não as conhecem. No entanto, são puramente lógicas e visam apenas o bem-estar e naturalidade das pessoas ao se alimentarem com o intuito de propiciar momentos agradáveis a serem desfrutados com prazer na companhia de pessoas que mostram civilidade à mesa.

Para lembrar, listamos aqui algumas gafes imperdoáveis à mesa. Ou seja, o que “não” se recomenda fazer durante uma refeição, seja uma refeição em ocasião informal ou em um evento mais cerimonioso.

NÃO:
  • levar a boca à comida;
  • usar palito à mesa;
  • gesticular com os talheres no ar;
  • falar com a boca cheia;
  • levar a faca à boca;
  • colocar os cotovelos em cima da mesa;
  • abrir os cotovelos como asas;
  • colocar a mão sobre o copo para dizer que não aceita a bebida que está sendo servida;
  • sentar à mesa de refeição sem ser convidado ou sem camisa;
  • servir-se de grande quantidade de comida;
  • engolir com sofreguidão;
  • cortar toda a carne ou o peixe de uma só vez;
  • deixar a colherinha dentro da xícara de café. Só no pires.
  • fazer ruído ao tomar sopa;
  • colocar sal ou pimenta antes de provar a comida;
  • pedir pratos sofisticados e difíceis de comer nas refeições de negócios;
  • chamar o garçom de companheiro, amigo,.....
  • estralar os dedos para chamar o garçom.
  • ...........
  • ...........
Agora é sua vez de listar os "nãos" que te incomodam ao ver outra pessoa se alimentando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário